sexta-feira, 12 de março de 2010

(...) ¹

Talvez seja mesmo a hora de entender que você nunca vai conseguir viver sempre dentro das suas próprias regras, e deixar o seu orgulho de lado, é fundamental. As coisas boas passam em um piscar de olhos, e se te faz bem nem que seja por 5 minutos, ou por menor que seja o seu significado, explicação nenhuma isso requer; isso não interessa.

Enquanto isso te faz bem, não precisa ser necessariamente amor, nem mesmo amizade ... talvez você nunca vai saber explicar o que foi, mais apenas se permita talvez viver aquela mesma sensação de que a chuva te trouxe naquele dia.

Um comentário:

Pedro disse...

Concordado, acordado, travado e carregado.
Você tem o dom, mocinha.
Beijo.